10 de abr de 2012

2 O Coelho Mágico


Oie Pessoal!
Não morri! Só um pouco \o/
Desculpe pelo sumiço repentino, mas estive muito doente esses dias. Estou melhorando agora.
Veja que vida boa, perdi meu feriado de uma semana com uma dor de cabeça terrível! Vê se pode?
Então vim fazer um post com o tema Páscoa. Só que por causa dessas dores e tudo mais, acabei só terminando hoje!
Fiz uma nova versão do coelhinho da páscoa. Em vez de ovos de chocolate, ele realiza desejos! *-*
Sou louca, eu sei.
Então... Feliz páscoa atrasado!



O Coelho Mágico

   Todo ano, durante a páscoa, um coelhinho mágico dá a volta ao mundo, realizando desejos de crianças sortudas que acreditam em sua magia. O coelho da páscoa não entrega ovos por aí como todos imaginam. Sendo um ótimo ator, ele cria situações diferentes e realiza desejos de crianças que forem capaz de interferir em cada cena.
   Neste ultimo ano, ele encontrou uma criança diferente de todas as outras que ele já atendera antes.
   Em certa rua muito movimentada, um menino de rua andava por ali, revirando latas de lixo a procura de algo que pudesse enganar a fome que atacava seu estômago. Entretanto, em uma das latas de lixo que vasculhou, encontrou algo que não esperava encontrar. No fundo da lixeira havia uma pequena gaiola, e dava para enxergar de dentro dela um pequeno coelho amarelo.
   O menino pegou a gaiola com cuidado e percebeu que o animalzinho parecia muito amedrontado.
   Calmamente, ele abriu a gaiola e pegou o coelhinho com as mãos. Era tão pequeno que cabia em uma mão só!
   Levou o pequenino até seu peito e deu um abraço nele, dizendo:
- Calma coelhinho, está tudo bem! Não fique com medo. Você também é sozinho? Quem fez isso com você, amiguinho?
- Você está me sufocando!
   Ao ouvir a voz vindo do coelho, o garoto se assustou e o soltou sem nem pensar duas vezes.
- Ai! Poxa, você me tira de uma gaiola pra me derrubar de bumbum no chão?!
- Um coelho falante! - Gritou o menino.
- Onde? Onde?! - Respondeu o coelho ironicamente.
- É você!
- Xiiiiiiiu, não espalha! - O coelho sussurrou entre os enormes dentes.
   Nervoso, a criança pegou um galho de arvore que encontrou no chão e começou a ameaçar:
- Me deixe em paz... Bicho estranho! Eu tenho um galho e não tenho medo de usá-lo!
- Nossa, que medo. Deixe de bobeira, criança. Venho aqui realizar um pedido seu, e ande logo que estou com pressa hoje!
- Um... Pedido? - Respondeu o jovem, confuso, enquanto abaixava sua "arma".
- Sim! Ah, vai dizer que não sabe quem sou?
- Um coelho falante!
- Muito além disso, criança tola! Sou o coelho da páscoa!
- Co-coelho da Páscoa? Não entendi.
   Assustado com a resposta, o coelho começou a olhar para o garotinho, na esperança de que aquilo não passasse de uma brincadeira de mal gosto. Logo, ele percebeu, pelas suas vestes, de que o garoto realmente estava falando serio.
- Seguinte, garoto. Sou um coelho mágico e, modéstia parte, sou um ótimo ator! - Disse ele convencido - Todos os anos, eu viajo pelo mundo todo, criando diversas cenas. Quando uma criança me encontra e interfere alguma encenação minha, eu concedo a ela um pedido.
   O menininho continuava olhando para o bicho falante, ainda confuso. Ao ver a expressão perdida do humano, o Coelho da Páscoa continuou falando:
- Quando criei a gaiola e me escondi no lixo, fiquei esperando por muito tempo. Então você me encontrou. Você me tirou da cena da gaiola e agora tem direito a um desejo!
- Ah... E o que eu posso pedir?
- Qualquer coisa! Vamos, não seja tímido! O que quer? Um carro de corrida? Uma mochila à jato? Diga-me!
- Eu quero alguma coisa pra comer.
- Comida? Então tá, o que quer?! Uma torre de pizza? Uma montanha de salgadinhos? Ou que tal uma fonte de refrigerante? Ou então a maior barra de chocolate do mundo?!
- Pode ser um pacotinho de batata-frita?
- Como? Só isso? Eu vou repetir... Uma torre de pizza... Uma montanha de...
- Não, não quero q gaste tanta mágica comigo. Eu quero um pacote de batata frita. - Interrompeu o garoto.
- Olha, guri, você tem um desejo mágico, pode pedir o que quiser e você quer só batata frita?! - O coelho estava impressionado.
- Sim, você disse que viaja no mundo todo pra realizar desejos, então tenho que deixar um pouco de mágica para outras crianças também.
   O Coelho da Páscoa ficou encantado. Nunca encontrou alguém que pensasse e agisse desse jeito. Aquele guri não tinha nada e ainda agia desse modo.
   Então, ele estalou os dedos e um pequeno pacote de batatas fritas apareceu na mão do jovem. Só que o coelho não ficara feliz com aquilo. Alguém assim merecia mais do que batatas fritas.
   Ele se concentrou e jogou uma mágica poderosa no garoto. Em questão de segundos um carro simples apareceu. De dentro dele apareceu um casal, dizendo:
- Filho! Enfim te encontramos!
- Mamãe? Papai?
- Te procuramos por muito tempo desde seu desaparecimento! - Disse a mulher, abraçando o garoto.
- E parece que com um passe de mágica viemos parar aqui.
   Ao ouvir estas palavras, o garotinho percebeu que ganhara um presente do coelho. Quando se virou para agradecê-lo, percebeu que o animal não estava mais ali.
   Não tivera a chance de agradecer o Coelho da Páscoa, mas ficou eternamente grato.

2 (Ins)Pirações:

BLOGS-PARCEIROS

oi não sei se vc lembra mais mandou umas imagens para eu publicar no meu blog makepopular no dia da leitora ano passado gostaria de saber se vc ainda qr q eu publique? ou se nao me mande novas fotos ok...

www.makepopular.blogspot.com.br


www.blogs-parceiros.blogspot.com.br

HONORATO, Sandro

Mih :)
Como vai ?

Adorei o texto...Coelho mágico *-*
Como foi sua Páscoa?

Beijos e cuide-se

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...