29 de out de 2011

2 A Estrada Das Lágrimas

Era uma vez, uma jovem caminhante. Mesmo sendo tão jovem, caminhava sempre sozinha, sem rumo, na esperança de encontrar seu lugar no mundo. Caminhava seguindo as vozes de sua consciência, sempre guiada por seu instinto e pela vontade de viver.
Certo dia, durante sua caminhada, encontrou uma bifurcação na estrada. Haviam duas placas lá, uma apontava para o caminho da esquerda dizendo "Caminho Das Lembranças", a segunda apontava para o caminho da direita dizendo "Estrada Das Lágrimas". Sentado no chão, embaixo de uma árvore alí perto, havia um velho sábio.
Confusa com as placas, a garota resolveu perguntar ao sábio sobre os caminhos.
- Desculpe incomodar, mas que lugar é este?
- Mocinha, vejo que é uma caminhante. Parece perdida. Estamos no Presente.
- Presente? Este é o nome daqui? - Respondeu a menina, assustada.
- Sim. - Disse o velho sinceramente.
- E que lugares são aqueles?
- Isto, não sou eu quem poderá responder, apenas você mesma.
- Como assim?
- Uma daquelas estradas foi seu passado, a outra será o seu futuro.
- Então por qual devo seguir? O da direita ou o da esquerda?
- Siga seu coração.
- Meu coração diz que devo ir pelo da direita, pois lembranças são algo que deverão ficar no passado, mas Estrada Das Lágrimas me parece um nome muito triste.
- Nem sempre Lágrimas são de tristeza. Não se esqueça que existem Lágrimas da Felicidade. Se seu coração diz isso, siga-o! Ele sabe onde realmente será feliz!

2 (Ins)Pirações:

HONORATO,Sandro.

Olá :)
Lindo texto *-*
Realmente,nem todas as lágrimas são de tristeza mas lembre-se que as lembranças nem sempre são coisas que devem ficar no passado - podem ser lembranças de momentos maravilhosos *---*

Beijos e tudo de bom

Laila

Ahh que lindo! adorei o diálogo. Tem post novo lá no blog, dá uma olhadinha ;) BJs, Laila.


www.gotasdeframboesa.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...